segunda-feira, 21 de abril de 2014

O Tribunal Constitucional da Bolívia recusou a despenalização do aborto pedida por um coletivo de grupos feministas, segundo noticiou o jornal parisiense “Le Monde”.

“O aborto é um crime” e “esta decisão do Tribunal Constitucional é um reconhecimento do direito à vida”, declarou o ministro Gualberto Cusi, no dia 13 de fevereiro.

O magistrado acrescentou que o acórdão “respeita o interesse da sociedade” e fundamenta-se “no argumento segundo o qual a vida deve ser respeitada desde a concepção”.

A causa foi aberta em junho de 2013 pela deputada Patrícia Mancilla, do partido do presidente socialista Evo Morales, e por grupos feministas.

O apelo abortista também visava abolir as restrições ao massacre dos inocentes que estão inscritas no Código Penal boliviano.

Talvez temendo perder votos, o governo de Evo Morales tirou o corpo da polêmica.

Assim o deu a entender o próprio presidente ao declarar confusamente que “todo aborto é um delito, é o que eu acho, mas eu quero dizer oficialmente que nós falaremos com os ministros sobre os debates que agitam a opinião pública”.

O ministro Cusi alegou: “Nós não podemos ir contra nossos princípios e valores”.

O Código Penal boliviano pune o aborto com penas de dois a seis anos de prisão para todo médico ou pessoa que o pratique.

Porém, permanece a antiga autorização para a prática desse crime em caso de violação ou quando a vida da mãe está em perigo. Nesses casos, o aborto só pode acontecer após aprovação emitida por um juiz.


segunda-feira, 7 de abril de 2014

Bases russas na América Latina?

Sergei Shoigu, ministro russo da Defesa, já ameaçou
Sergei Shoigu, ministro russo da Defesa, já ameaçou

Parecia impossível – escreveu no “El Nuevo Herald” de Miami o acatado colunista Andrés Oppenheimer – quando o ministro de Defesa russo Sergei Shoigu anunciou que a Rússia negociava estabelecer bases militares na Venezuela, Nicarágua e Cuba.

Porém, após anexação russa da Crimeia e o retorno aos dias da Guerra Fria, o impossível virou assustadora realidade.

Pouco depois chegou a notícia de que o navio russo de espionagem Victor Leonov SSV-175 entrou sem anúncio prévio no porto de Havana, confirmando os negros prognósticos.

A agência de notícias russa RIA Novosti confirmou que, segundo o ministro de Defesa russo Sergei Shoigu, a Rússia “está planejando expandir sua presença militar permanente fora de suas fronteiras, abrindo bases militares em países estrangeiros”, inclusive na Venezuela, Nicarágua, Cuba, Vietnã e Singapura.

Pelo menos quatro navios de guerra russos visitaram a Venezuela em agosto, segundo o jornal “El Universal” de Caracas.

Analistas políticos e militares de Washington acham que a Rússia visa de imediato criar estações de carga de combustível e apoio logístico para barcos e aviões. É algo menos dramático que bases militares, mas é assim que começa a escalada.

O nervosismo da Rússia é grande. Ela perdeu qualquer comparação de poder de fogo com a NATO, além de ter severos problemas financeiros para recompor os vetustos e enferrujados equipamentos da era soviética.

Ela vendeu armamentos à Venezuela, Nicarágua e Cuba por mais de US$14 bilhões, 80% dos quais para a Venezuela, segundo a estatal russa de armamentos Rosoboronexport. Mas Caracas já não tem no que esbanjar, estando preocupada em conseguir feijão.

O "navio de inteligência" Viktor Leonov SSV-175 em Havana.
Embora os navios russos não sejam muito mais modernos que o taxi,
o expansionismo militar da "nova-URSS" é preocupante.
O PIB russo é inferior ao da Califórnia, da Itália e até ao do Brasil. Os sonhos imperialistas de Vladimir Putin colidem com a realidade quando tenta qualquer comparação com o poderio americano.

Porém, Putin tem uma arma secreta. Ela é psicológica e pode mudar o equilíbrio de forças: a moleza e desprevenção que tomou conta do Ocidente.

Alguns republicanos em Washington estão começando a acordar. Também o teriam feito poucos deputados democratas. Eles temem o pulso fraco e a cabeça esquerdista de Barack Obama, sobretudo diante dos manejos russos na América Latina.

“Os russos estão se imiscuindo numa área em que os EUA descuidaram”, diz Roger Noriega, pesquisador do American Enterprise Institute de Washington e ex-chefe de assuntos latino-americanos do Departamento de Estado no governo de George W. Bush.

Essa moleza ocidental e a nostalgia da URSS por parte de Putin podem gerar uma situação paradoxal análoga ao do início da II Guerra Mundial. Os delírios de grandeza de Adolf Hitler prevaleceram sobre o pacifismo extremo de seus adversários, muito mais ricos e melhor armados.

A isso se acresce que a avançada do totalitarismo agressivo e anticristão que precipitou aquela guerra foi favorecida por misteriosas cumplicidades que Hitler encontrou no lado adversário.

E Putin dá sinais de ter encontrado inesperados cooperadores, eclesiásticos e civis, onde menos se podia esperar...


domingo, 30 de março de 2014

Palestra sobre a Reverente e Filial Mensagem que o Príncipe Dom Bertrand enviou ao Papa Francisco I

http://www.simsim-naonao.com.br/clientes/ipco/acao/inscr/partevt.php?Camp=3232

Temos a grata satisfação de convidá-lo(a), bem como a seus familiares e amigos, para a conferência do Príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança sobre a Reverente e Filial Mensagem por ele enviada a S.S.o Papa Francisco.

O evento realizar-se-á no dia 3 de abril, quinta-feira, às 19h, no Club Homs, na Avenida Paulista, 735São Paulo (SP). (A 100 metros do Metrô Brigadeiro. Estacionamento pago no local).

A participação é gratuita mas a inscrição é obrigatória. Faça já sua inscrição, compareça e concorra, no dia, ao sorteio de alguns livros publicados pelo Instituto sobre temas relacionados.

Não perca: quinta-feira, 3 de abril, às 19:00h, no Club Homs!

Clique aqui e faça sua inscrição

domingo, 23 de março de 2014

O sibilino cântico “cristão” de Putin
e os antigos estratagemas soviéticos

Desde os tempos em que a Rádio Moscou incitava a população russa a resistir à invasão nazista apelando para a Virgem de Fátima nunca se vira algo igual.

Apelando para essa tática stalinista, o presidente Vladimir Putin, durante seu discurso anual à Nação no fim de 2013, defendeu o “conservadorismo” de suas políticas e erigiu-se em paladino internacional dos “valores tradicionais”, informou a agência AsiaNews.

O “inimigo” é sempre o mesmo: o Ocidente. O palavreado é surpreendente, mas obedece às antigas astúcias da máquina de propaganda soviética.

O Kremlin visa usar o tema dos “valores cristãos tradicionais” para seduzir o número crescente de ocidentais desgostosos com governos laicistas e anticristãos.

Para Putin é útil assumir a defesa da vida e da família, bem como engajar-se contra “a propaganda homossexual” que agride o senso moral de incontáveis pessoas, escreveu a agência AsiaNews.

“Sabemos que um crescente número de pessoas no mundo apoia nossa posição sobre a necessidade de defender os valores tradicionais, que constituem os fundamentos de toda nação civilizada há milênios”, disse o chefe todo-poderoso da “nova-URSS”.

Ele falou numa solene sessão conjunta da Duma, na presença de convidados, entre eles o patriarca de Moscou, Kiril.

As sondagens do sistema desenvolvido no tempo soviético apontaram os pontos sensíveis da opinião pública ocidental a serem mobilizados contra os EUA e os países que não estão sob a bota de Putin.

E este começou a bater insistentemente neles, a mandar seus enviados ao Ocidente, e a apelar para a igreja cismática de Moscou.

“Hoje muitos países estão revisando suas normas morais e éticas, cancelando suas tradições nacionais e as diferenças entre o povo e a cultura”, prosseguiu Putin com frio método.

A anexação ilegal da Criméia  patenteou que Putin não respeita os fundamentos  do Direito cristão, natural e internacional
A anexação ilegal da Criméia
patenteou que Putin não respeita os fundamentos
do Direito cristão, natural e internacional
As críticas saíram diretas contra os governos dos EUA e da Europa, que tudo fizeram para serem assim atacados.

Tais governos legalizam os “casamentos” homossexuais em decorrência de um apriorismo metafísico igualitário que exige o reconhecimento da teoria “da equivalência entre o bem e o mal”, acrescentou.

Visando enganar os ingênuos, Putin prosseguiu:

“A destruição dos valores racionais desde o alto do governo é fundamentalmente antidemocrática, porque se baseia numa noção abstrata que vai contra a vontade da maioria das pessoas”.

A Rússia, segundo ele, tem nessa matéria um ponto de vista oposto, mas não diz que ela foi e continua sendo a grande divulgadora desse principio metafísico igualitário demolidor.

Na hora da propaganda, para os ex-alunos da KGB tudo vale. E Putin apresentou a “nova-URSS” como tendo “um ponto de vista conservador”.

E de um conservadorismo que visa impedir o movimento “para baixo, rumo ao caos e às trevas”, explicou, citando o filósofo ortodoxo (na realidade, ocultista) Nikolai Berdiaev.

No final, o líder russo concluiu reivindicando cinicamente o papel de líder moral do cristianismo.

O chefe do Kremlin fez questão de sublinhar a diferença que haveria entre a Rússia e o rival americano: Moscou “não aspira ao título de superpotência, entendida como ambição pela hegemonia global e regional”, nem visa “ensinar aos outros como devem viver”.

Enquanto isso, na Ucrânia, suas tropas invadem, atropelam, e tentam esmagar o patriotismo dos católicos e cristãos em geral, estrangulados pela agressão indisfarçável do xará de Lenine.

Nos últimos anos, o ex-coronel da polícia política soviética descobriu astutamente que é “cristão ortodoxo”, e mais recentemente, talvez à vista das seduções obtidas, passou a revestir-se de “valores tradicionais” que ele viola sistematicamente na Ucrânia.


segunda-feira, 10 de março de 2014

Carta reverente de um príncipe brasileiro ao Papa Francisco

Dom Bertrand de Orleans e Bragança, bisneto da Princesa Isabel, redentora dos escravos
Dom Bertrand de Orleans e Bragança,
bisneto da Princesa Isabel, redentora dos escravos
 Leo Daniele

D. Bertrand de Orleans e Bragança, Príncipe da Casa Imperial do Brasil e bisneto da Princesa Isabel, enviou no dia 08/02 uma mensagem ao Papa Francisco mostrando a perplexidade de inúmeros brasileiros diante da acolhida que a Santa Sé deu recentemente ao MST e à Via Campesina.

O homem moderno sente-se órfão mesmo quando possui uma família, até quando tem um pai e uma mãe; sente-se órfão porque as elites não existem ou não atuam, e muitas vezes dão os piores exemplos.

Sente-se órfão porque a voz da Igreja não se faz ouvir como antes; e porque não existem mais na sociedade grandes personagens e grandes valores, já nem digo na ordem moral, mas simplesmente na ordem da sabedoria, do talento e da força de personalidade.

O mundo moderno está órfão. Ele se sente, na colorida expressão de Plinio Corrêa de Oliveira, “cheio de nada e vazio de tudo”. O vazio é hoje seu pai e sua mãe.

Em sentido contrário, Donoso Cortés assim descreve belamente o exemplo que Nosso Senhor nos dá: “Sei que Tu és como a mãe e eu como o menino pequenino, em quem a mãe infunde o desejo de andar, e em seguida lhe dá a mão para que ande, e depois lhe dá um beijo na testa porque quis andar e andou com a ajuda de sua mão.(1) É sublime!"

João Pedro Stedile encarna a subversão e a violência agrária
Capa da revista VEJA, 3-6-1998 "A esquerda com raiva"
Estava eu nestas cogitações sobre a orfandade, a paternidade e a filialidade, quando chega às minhas mãos a mensagem do príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança ao Papa Francisco. E que vejo? Um magnífico exemplo de filialidade numa situação delicada, pois se tratava de apontar alguns fatos, em que o Pontífice estava mal informado .

Os fatos que o príncipe menciona são estarrecedores, mas a atitude dele sempre é serena embora clarividente, e muito filial. Por exemplo:

“Permita-me, Santo Padre, frisar a ameaça com a qual Stédile concluiu sua arenga: assinalando que é preciso que ‘a classe trabalhadora se reúna a nível internacional’, mas que isto seja feito por fora das ONGs e dos Fóruns Sociais — dado que estes teriam fracassado na tarefa de ‘organizar o povo’ —, indicou que agora é preciso reunir ‘todos os movimentos sociais do mundo’ em um ‘outro espaço’ de confrontação ao capital financeiro internacional. Dessa forma, concluiu, “a curva da luta de classes será mundial e, portanto, quando começar a fase de ascensão, será assim por toda parte. E a terra tremerá’”.

É uma chantagem: ou faz o que desejamos, ou a terra tremerá!

O agitador espera, ademais, que se estabeleça

“‘de agora em diante um diálogo maior do Vaticano com os movimentos sociais’, cujo resultado seria que ‘em nossos países [...] as igrejas locais ouçam os povos e não o Núncio apostólico, que é um burocrata a serviço de não sei quem’. É assim que ele retribui o convite e a passagem aérea que diz ter recebido do Vaticano…”

A filial mensagem observa:

 “Convém não esquecer o que Miguel Stédile (filho de J.P. Stédile), da coordenação nacional do MST, declarou à revista Época (n° 268, julho de 2003): ‘Queremos a socialização dos meios de produção.Vamos adaptar as experiências cubana e soviética ao Brasil’”. 

Ele está apontando para a desejada por ele República Socialista e Popular do Brasil…

Esta perspectiva, e mais numerosas citações, levam Dom Bertrand a exclamar:

“Santidade, para meu coração de católico e brasileiro resulta inexplicável que nos recintos sagrados da Cidade do Vaticano tenha ressoado uma tal apologia do comunismo — com sua ideologia fundada na negação da propriedade privada e na luta de classes — feita pelo Sr. Grabois(2) 76 anos depois que o Papa Pio XI houvesse condenado esse sistema antinatural como ‘intrinsecamente perverso’”!(3)

Infelizmente, citações análogas às aqui mencionadas abundam na documentadíssima Reverente e Filial Mensagem enviada por Dom Bertrand ao Papa Francisco.

Concluo observando que um dos deveres do pai é defender o filho quando este está em perigo, e um dos deveres do filho, com o devido respeito, é sempre que necessário ajudar o pai a tomar as atitudes cabíveis. É o que se lê no documento que estamos comentando.

Leia a Reverente e Filial Mensagem de Dom Bertrand

____________________

1) Juan Donoso Cortés, Ensayo Sobre El Catolicismo, el Liberalismo y el Socialismo Considerados En Sus Principios Fundamentales, Madrid, 1851.
2) Juan Grabois: líder da extrema esquerda argentina.
3) Carta Encíclica Divini Redemptoris, de 19 de março de 1937, § 5.


segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Miséria na terra e no ar, no presente e no futuro da Venezuela

A jovem estudante Génesis Carmona morreu de um tiro em Valencia, Venezuela,
quando protestava contra falta de alimentos
Os aviões suspendem seus voos na Venezuela pela situação limite a que chegaram companhias aéreas nacionais e internacionais, com seus fundos bloqueados pelo governo chavista inadimplente.

Para sair da Venezuela é preciso pagar uma fortuna por causa dos controles de câmbio.

Em terra, enquanto os jornais têm que reduzir suas páginas por falta de papel, nos supermercados os cidadãos ficam constrangidos a achincalhes e intérminas filas para obter papel higiênico.

Não espanta pois que, segundo informou “Clarin” de Buenos Aires, o número de emigrados do país atinja patamares assustadores.

Estudo da Universidade Católica Andrés Bello calculou que entre 2005 e 2010 pelo menos 143.000 venezuelanos emigraram, sobretudo para EUA e Espanha.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Cinco cubanos fogem do “Mais Médicos”
e procuram asilo no Brasil e nos EUA

A Dra. Ramona Matos Rodriguez foi a primeira
A Dra. Ramona Matos Rodriguez foi a primeira
A primeira foi a médica cubana Ramona Matos Rodríguez, 51, que rompeu o muro do sub-reptício controle político-policial cubano, abandonando o programa Mais Médicos, combinado entre os governos do Brasil e de Cuba, informou largamente a prensa nacional e internacional.

Chegada ao País em dezembro, ela trabalhava em Pacajá, Estado de Pará, de onde fugiu, obtendo proteção de políticos oposicionistas em Brasília. Em entrevista de imprensa ela explicou uma das coisas que já se sabia: ela foi enganada com uma falsa promessa de ordenado.

Em Cuba lhe fizeram acreditar que o governo brasileiro pagaria R$ 10.000 (4.000 dólares aproximadamente) a Cuba e que ela receberia a metade. Seria uma fortuna se comparado com os miseráveis ordenados da ilha-prisão.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Três mil médicos cubanos fogem da Venezuela

Médicos cubanos num posto de saúde, Guarenas, Venezuela
No último ano por volta de três mil cubanos, na sua maioria médicos, fugiram para os Estados Unidos abandonando suas escravizadoras funções em planos sociais da Venezuela, informou “El Universal”, o maior quotidiano de Caracas.

Segundo o jornal, o fato em si não é tão novo, mas o número é impressionante: 60% a mais em relação a 2012.

No território americano já havia por volta de cinco mil médicos e enfermeiras cubanas que fugiram do mundo todo. Porém, no dia 1º de dezembro a cifra atingiu o patamar de oito mil. 98% deles chegou proveniente da Venezuela.

Os dados foram revelados pelo Dr. Julio César Alfonso, presidente de Solidariedade sem Fronteiras (SSF), ONG com sede em Miami que auxilia os médicos cubanos que fogem dos despóticos planos sociais que Havana vende como “economia de serviços” no mundo todo.

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Mensagem do webmaster:
2014?

2013 sem dúvida passará para a História.

Só pensar que apenas iniciado o ano, nos céus de Roma, emoldurados pelos símbolos sagrados do Papado, um helicóptero fazia o voo de despedida de Bento XVI!

A renúncia, segundo o decano dos cardeais Ângelo Sodano, caiu “como um raio em céu sereno”. E na mesma noite, um raio atingiu a cúpula da Basílica de São Pedro.

Poucos dias antes, um temporal de violência inusitada danificou o Santuário de Fátima, no 75º aniversário da aurora boreal anunciada por Nossa Senhora: “quando virdes uma noite alumiada por uma luz desconhecida sabei que é o grande sinal, por meio da guerra, da fome e de perseguições à Igreja e ao Santo Padre”.

Logo depois um meteoro explodiu no céu da Rússia com a potência de 20 bombas atômicas. Outra bola de fogo cruzou o céu da costa oeste dos EUA, mais uma apavorou o centro da Espanha e, por fim, em nove estados da Argentina outro meteoro comparável ao russo fez a noite virar dia, a terra tremer, e o povo achar que era “um sinal divino”.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Gigantismo da comunicação: xeque às liberdades!

Karsten Gerloff:
presidente da Fundação de Software Libre de Europa

O presidente da Fundação de Software Libre de Europa (FSFE), Karsten Gerloff, afirmou que o Facebook desaparecerá em apenas três anos, à medida que as pessoas perceberem que seus dados estão sendo entregues aos serviços secretos dos governos, informou “La Vanguardia”.

Essa perspectiva não é só a do Facebook, mas também de outros gigantes do mundo virtual, como Google e Microsoft, explicou Gerloff.

O especialista falou no 21º Euskal Encounter, em Bilbao, Espanha, que reúne milhares de empresários das novas tecnologias, amantes dos videojogos e público em geral.

Na perspectiva do perito alemão, a queda do Facebook se anuncia como muito rápida, resultante de “uma lei matemática. Aconteceu com MySpace e voltará a acontecer”, disse.

Segundo Gerloff, o problema é que para esses gigantes informáticos “nós somos produtos”. “Sem nenhum aviso prévio, roubam nossa informação. Nós não só lhes fornecemos dados, mas lhes concedemos nossa confiança, porque acreditamos que vão proteger nossa privacidade”, acrescentou.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

China abocanha rede elétrica argentina

Yuan Jiafu, Wang Fang e Yuan Baoyi, da estatal chinesa Gezhouba,
fizeram declarações que não convenceram na Argentina.
Nacionalismo populista e marxismo oficial visam o mesmo objetivo.
O grupo chinês Gezhouba recebeu do governo argentino a megaobra da hidrelétrica de Santa Cruz, na Patagônia.

O grupo chinês também anunciou que  está de olho no milionário projeto de Chihuido, na província de Neuquén, informou o jornal “Clarín” de Buenos Aires.

“Escolhemos a Argentina pelo seu potencial econômico e pelas necessidades energéticas do país para atender o seu crescimento nos próximos anos”, disse Yuan Baoyi, vice-presidente da Gezhouba International (GGI).

Na verdade, a sabotagem ostensiva contra as empresas “capitalistas” e “antipopulares”, segundo o discurso socialista oficial, é a causa da aflitiva falta de energia no país platino. E a China não teria conseguido as licitações se não estivesse associada aos atuais dependentes diretos da Casa Rosada.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Perigo! Os brasileiros podem morrer de tanto comer!

Mercado Municipal, São Paulo
Mercado Municipal, São Paulo
Uma pesquisa Vigitel, que coleta informações para o Ministério da Saúde, desvendou ainda mais a hipocrisia “progressista” a respeito da fome e da miséria.

Segundo ela, a maioria da população brasileira está acima do peso! Uma das características de um país rico e bem alimentado.

O percentual dos “gordinhos”, segundo a pesquisa, chegou a 51% em 2012. Mais da metade do País está comendo demais.

O índice em 2006 foi de 43% e atingiu 48,5% em 2011. E não para de crescer.

Fome deixou de ser um problema – se é que alguma vez o foi. O problema é o contrário: come-se à vontade e demais no Brasil do agronegócio.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Socialismo venezuelano apela ao agronegócio dos EUA para sobreviver

Produtores de arroz de Arkansas exportam toda sua safra para a Venezuela
Produtores de arroz de Arkansas exportam toda sua safra para a Venezuela
Mais uma Reforma Agrária fracassada. Com efeito, a revolução socialista de Hugo Chávez perseguiu os proprietários rurais – e seu fiel prosélito Maduro continua a perseguir – ao expropriar suas terras a fim de dar o fruto da espoliação aos “pobres”. Mas hoje os pobres venezuelanos não têm o que comer.

Desatinado, Maduro perdeu todo escrúpulo e teve de apelar para o “império” sobre o qual vive tripudiando, e à categoria dos oligarcas que tocam o agronegócio americano com notório sucesso, segundo reportagem do “The Wall Street Journal”.

Chávez nacionalizou propriedades agrícolas, redistribuiu terras e impôs controles de preços de alimentos, sempre alegando amor aos pobres. E agora sem arroz nem feijão... Maduro foi de chapéu na mão a mendigar nos “perversos” EUA.

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

A pressão popular acaba com “Ciclo Rosa” em Universidade Católica

Agressividade anticristã da agenda homossexual atinge paroxismos
"A única igreja que ilumina é a que queima".
Agressividade anticristã atinge paroxismos
O Cardeal arcebispo de Bogotá, Dom Rubén Salazar, o Núncio Apostólico na Colômbia, Mons. Ettore Balestrero, o Pe. Adolfo Nicolás, Preposto Geral dos Jesuítas, e o Pe. Francisco De Roux, Provincial dos Jesuítas na Colômbia decidiam vetar o escandaloso “Ciclo Rosa Acadêmico” na Pontifícia Universidade Javeriana de Bogotá, noticiou a agência “Infocatólica”.

Esse “Ciclo” foi recebido como um acinte contra a catolicidade dos colombianos e dos estudantes que frequentam essa Universidade para receber formação de acordo com a doutrina católica.

Entre as conferencias anunciadas sobre temas perversos figuravam: “Reivindicações LGBTI: entre o maximalismo penal e a consciência jurídica”, “Carne de prisão: géneros e sexualidades não normativas sob o castigo penal neoliberal”, “O processo equatoriano LGBTI” e “Nem histéricas, nem manhosas, nem renegadas, nem paranoicas: Transgeneristas” (sic!).

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Brasil: jovens cristãos perseguidos pelo Islã pedem asilo

Semana Santa em Islamabad, Paquistão
O sonho do avô – que vive em país muçulmano – de algum dia ver o papa foi realizado pelo neto A., de 24 anos, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro.

Ele é um dos 40 peregrinos de países onde há perseguição religiosa e conflitos armados que estão pedindo asilo ao governo brasileiro.

A. foi jurado de morte só por participar do evento. Por isso, ele não quer ir embora.

“Não posso voltar. Já avisaram que matam não só a mim, mas toda a minha família”, contava ontem, chorando, na Casa de Acolhida da Caritas Arquidiocesana do Rio, segundo reportagem de “OESP”.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Ditadura prende peregrinos que se dirigiam ao santuário da padroeira de Cuba

Santuário da Virgen de la Caridad del Cobre, padroeira de Cuba
Santuário da Virgen de la Caridad del Cobre, padroeira de Cuba

Mais de 200 católicos cubanos puderam chegar até o santuário da Virgen de la Caridad del Cobre, padroeira do país, no dia de sua festa.

A celebração teve uma conotação heróica, pois a ditadura castrista proibiu as romarias e bloqueou as estradas principais que levam ao Santuário.

O santuário está localizado nas proximidades da cidade de Santiago de Cuba, no sudeste da ilha.

A movimentação católica não teve precedentes na história da ditadura socialista.

O evento foi precedido por uma operação-relâmpago da polícia visando desarticular os grupos que preparavam a romaria.

Segundo informações do grupo dissidente Unión Patriótica de Cuba (UNPACU), a polícia da ditadura comunista encarcerou um número ainda desconhecido de peregrinos.

domingo, 22 de setembro de 2013

General Villas Bôas: Geopolítica e Defesa da Amazônia, conferência em São Paulo

O General Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, Comandante Militar da Amazônia, explica os paradoxos da Amazônia em conferência promovida pelo Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, em São Paulo, 19 de setembro de 2013. Mais

Video: General Villas Bôas: Geopolítica e Defesa da Amazônia




Video: Gral. Villas Bôas: Perguntas e respostas -- Parte 2





segunda-feira, 16 de setembro de 2013

“Chuva sólida” pode tornar a seca um problema do passado

"Chuva sólida": mais um progresso tecnológico que esvazia alarmismo
"Chuva sólida": mais um progresso tecnológico que esvazia alarmismo

“Profetas” do apocalipse verde – ONU, ONGS e até Campanha da CNBB – martelam que a água doce está se tornando escassa e poderá acabar.

A culpa é sempre da civilização ocidental, de seus progressos e de seu “consumismo”.

Se chover torrencialmente e vales, cidades, países forem alagados, a culpa é do aquecimento global provocado pelo homem, e a civilização ocidental é a grande responsabilizada.

Também a irrigação sofre do mesmo apriorismo ideológico dos “verdes” e seus acólitos, pois tal recurso conduz – por culpa do homem ocidental ávido de consumo – a um desperdício de água que provocaria desequilíbrio no planeta.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Médicos Cubanos: O Cavalo de Tróia parou e dele desceram milhares de homens com avental branco

Ministro da Saúde brasileiro, Alexandre Padilha,
recebe o primeiro batalhão de médicos cubanos que chegou ao Brasil
Leo Daniele (*)

Uma gentileza dos irmãos Castro para a Presidente Dilma e para a massa ingênua desta Terra, é o que talvez alguns pensem a respeito da importação/exportação de 4 mil médicos cubanos para cá. É muito grande a amabilidade! Para uma pequenina ilha! Nada rica! Quanta bondade! Mas… será mesmo que não têm segundas intenções?

Para uso dos ingênuos, enumeramos uma pequena lista de segundas, terceiras, reais intenções, consubstanciadas em algumas vantagens para o governo cubano e para o comunismo internacional — que estão por detrás da exportação/importação dos médicos.

domingo, 8 de setembro de 2013

Drama dos médicos cubanos: praticam um “curandeirismo” escravos de paramilitares, diz doutor que fugiu a Miami


O cubano Gilberto Velazco Serrano, 32, aprendeu a ser médico com livros desatualizados, sem medicamentos nem equipamentos.

“É triste, mas eu diria que o que se pratica em Cuba é uma medicina quase de curandeirismo”, disse em entrevista a Aretha Yarak da “Veja” (31/08/2013).

Gilberto foi enviado à Bolívia em 2006 para uma “ação humanitária” e logo percebeu que estava em meio a uma manobra de pregação da ideologia comunista.

Velazco não aceitou o regime de servidão escravocrata e fugiu. De início pediu abrigo político no Brasil, mas obteve uma situação provisória.

Ele agora mora com a família em Miami, EUA e estuda para revalidar seu diploma.

Eis excertos de sua entrevista à “Veja”:

Como os médicos são selecionados para as missões?

Eles são obrigados a participar. Em Cuba, se é obrigado a tudo, o governo diz até o que você deve comer e o que estudar. As brigadas médicas são apenas uma extensão disso.

domingo, 1 de setembro de 2013

Médicos escravos hoje, e amanhã o que mais virá?

O finado Hugo Chávez com Raul Castro, Evo Morales e Lula da Silva:
medicina cubana não salvou o venezuelano e quase matou Fidel
Helio Dias Viana (*)
Os médicos cubanos favorecidos pelo programa “Maus Médicos” do governo federal — como já vem sendo chamado — ocuparão lugares de médicos brasileiros.

Estes últimos serão dispensados por algumas prefeituras para as quais os cubanos ficarão mais baratos, pois além de se dispensarem de pagar salários mais elevados a profissionais brasileiros, a bolsa de 10 mil [cuja quase totalidade irá para o regime comunista de Cuba!] será totalmente custeada pela União.

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Há anos, médicos cubanos estão fugindo de regime escravocrata castrista-chavista

Pronto socorro em Cuba

Sete médicos e um enfermeiro cubanos estão processando Cuba, Venezuela e a PDVSA (a petroleira estatal venezuelana) por conspiração para obrigá-los a trabalhar em condições de “escravos modernos”, como pagamento pela dívida cubana com o Estado venezuelano por fornecimento de petróleo, segundo informação do site venezuelano Noticias24.

Só que a notícia não é de agora!!! É de 2010!!!

Alinhamento bolivariano

"Lé com lé, cré com cré"...

À contratação dos médicos cubanos, dispensados do exame do Revalida, somou-se o “affaire” do senador boliviano Roger Pinto, cuja introdução no Brasil custou a cabeça do chanceler Antonio Patriota.

Enquanto sobre os primeiros a presidente Dilma declarou no dia 28 em Belo Horizonte que existe “um grande preconceito contra os cubanos”, no caso do segundo, o antigo chanceler censurou a atitude do conselheiro Eduardo Saboia — que trouxe o senador — afirmando que o governo brasileiro “agiu sempre em respeito à soberania boliviana, sem deixar de buscar uma solução negociada”.

Quanto à existência de “um preconceito contra os cubanos” — declaração seguida da informação de que os mesmos talvez possam permanecer depois no Brasil, dependendo da avaliação a ser dada ao seu trabalho, contrariando assim o afirmado pelo advogado-geral da União, Luís Inácio Adams —, a presidente quis com isso sugerir que os brasileiros não desejam tais médicos pelo simples fato de serem cubanos.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Ainda os médicos cubanos - O Brasil estarrecido

Hospital em Cuba. Fotos divulgadas  por emigrados cubanos ilustram este post.  O respeito pela dignidade humana nos levou a não publicá-las.  Porém, os perigos que corre o Brasil  agora nos levam a fazê-lo.
Hospital em Cuba. Fotos divulgadas
por emigrados cubanos ilustram este post.
O respeito pela dignidade humana nos levou a não publicá-las.
Porém, os riscos que corre o Brasil
agora nos levam a fazê-lo.
§ Helio Dias Viana (*)

De volta ao candente tema da importação de médicos cubanos, começo retificando um lapso sobre o custo aproximado deles para o contribuinte: não será de 250 milhões de reais, mas de dólares, uma vez que, além do salário de 10 mil reais, haverá um auxílio para moradia e refeição, sem falar dos gastos com passagens aéreas e outros eventuais.

Mais grave, contudo, é em primeiro lugar o fato de o governo — tão pressuroso em combater o suposto trabalho escravo no Brasil —, coadjuvá-lo de modo despudorado e ilegal recebendo escravos cujo salário será pago ao regime opressor, não lhes restando senão uma pequena quantia.

Depois há o fato de que sobre esses cubanos pesa a fundada suspeita de que não passam de agentes do regime comunista, como o são seus pares que atuam na Venezuela e na Bolívia.

Sua presença aqui neste momento coincide com os ingentes esforços da esquerda católica para relançar as Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) sob a batuta de Frei Betto.

Além do mais, o dinheiro a ser repassado pelo Brasil aos ditadores cubanos só servirá para perpetuar o regime de escravidão que eles exercem sobre os habitantes da Ilha-prisão, cuja miséria não advém do embargo econômico norte-americano, mas do regime socialista ali vigente, contrário à livre iniciativa e à propriedade privada.

domingo, 25 de agosto de 2013

Chegam os médicos cubanos. E a polícia secreta cubana também?

Os médicos cubanos na Venezuela ficam sob o controle de policiais cubanos.
Muitos fugiram do esquema escravocrata.
Mas muitos ficaram agindo como agentes e espiões.
No Brasil teremos a polícia política cubana entre eles?
E a soberania nacional não correrá riscos?

§ Helio Dias Viana (*) 

A insistência do governo brasileiro em contratar médicos cubanos — oficializada na última terça-feira, após ter sido desmentida mais de uma vez — é inquietante e revela que os atuais responsáveis pelo País parecem decididos a encaminhá-lo no mesmo rumo da Venezuela.

De um lado, como o Brasil tem 400 mil médicos, nosso problema não é a falta deles, mas de condições básicas para o exercício da medicina nas zonas periféricas e recônditas, conforme declararam os órgãos competentes da classe. E não deixa de ser curioso imaginar que um País com uma tal quantidade de médicos ainda precise de apenas de 15 mil, como se esse contingente não pudesse ser preenchido por nacionais.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

UNESCO declara “patrimônio da Humanidade” os criminosos escritos do “Che” Guevara

UNESCO declara “patrimônio da Humanidade” os criminosos escritos do “Che” Guevara
UNESCO declara “patrimônio da Humanidade”
os criminosos escritos do “Che” Guevara
Numa solenidade realizada em Havana, a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) dispôs que os escritos de Ernesto “Che” Guevara sejam incluídos no Programa Memória do Mundo, noticiou “The Huffington Post”.

Em consequência, os escritos do sanguinário guerrilheiro argentino, ministro de Fidel Castro morto na Bolívia, serão tidos como “patrimônio da humanidade”.

A cerimônia foi realizada no cárcere de La Cabana, onde Guevara perpetrou inúmeros assassinatos ideológicos. O ato incluiu a exibição de “relíquias” dos crimes do subversivo, como armas e objetos ligados à sua guerra de extermínio comunista.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

A Caravana Cruzada Pela Família está de volta

Você deve estar ciente de que a união civil entre pessoas do mesmo sexo foi aprovada em todo o Brasil, por uma medida abstrusa do STF.

E que a agenda abortista a cada dia ganha mais espaço na mídia para ludibriar a sociedade e incutir na mulher a máxima de que “o corpo é dela e ela faz dele o que bem entender”.

Para defender os valores familiares cristãos tão ameaçados, os jovens da Caravana Cruzada pela Família percorrerão agora em julho diversas cidades brasileiras.

Esses jovens viajarão pelo Brasil alertando a população para as ameaças de alguns grupos anti-família.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Universidade mineira administra curso para difundir comunismo

Foto ilustrativa da "Folha":
Professor Alexandre Arbia dá aula de marxismo,
Centro de Difusão do Comunismo, Universidade Federal de Ouro Preto
A “Folha de S.Paulo” (9-7-2013) informou que a Universidade Federal de Ouro Preto adotou um plano que ensina a propagar o comunismo.

No referido plano, a doutrina é exposta num programa de extensão que propaga desde 2012 ideias comunistas a estudantes e moradores do interior mineiro.

Obviamente, o programa não ensina luta de classes e outros aspectos violentos intrínsecos à expansão do comunismo, que poderiam atrair a polícia e a Justiça e terminar bloqueando a formação dos alunos nas artes revolucionárias.

domingo, 7 de julho de 2013

Absurdos que poderão se repetir no Brasil se o petismo aprofunda sua agenda


O mal-estar decorrente da desordem implantada pelo socialismo na China gera anualmente dezenas de milhares de protestos e motins populares.

A mídia ocidental somente menciona a extensão e a gravidade do descontentamento popular. Porém, no blog “L’empire Weibo”, do jornal “Le Monde”, de Paris, encontramos uma exceção a essa regra.

Trata-se de uma série de fotografias tiradas por camponeses revoltados pela expropriação de suas pequenas propriedades na região de Quanzhou, província de Fujian.

Eles protestaram contra o confisco de suas terras. E receberam o que o socialismo proporciona àqueles que diz defender, mas que na realidade escraviza: a tropa de choque da polícia de cassetete na mão.

Muito indignados pela injustiça praticada, os camponeses reagiram e até prenderam um soldado da tropa de choque, cujas mãos amarraram e por pouco não o espancaram.

Os soldados acabaram fugindo e, uma vez acalmados os ânimos, os camponeses devolveram o agente são e salvo.

O post relatando o acontecido foi um dos mais difundidos na imensa rede de micro blogs Weibo no mês de maio. E foi transmitido por Kong Zhiyong, responsável por uma fábrica de cerâmica.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Católicos defendem catedral de Guarulhos da “Marcha das Vadias”

Católicos defendem com orações e sua presença a catedral de Guarulhos contra "Marcha das Vadias"
Católicos defendem com orações e sua presença a catedral de Guarulhos contra "Marcha das Vadias"


Nilo Fujimoto

Aconteceu. Não, não aconteceu. A marcha em Guarulhos, no sábado, 8/06, pretendeu contrarrestar os que têm como ideal de vida a conduta pautada pelos princípios cristãos, ainda mais num país cujos fundamentos foram solidamente construídos pelas heroicas missões da Igreja Católica.

Da pretensa marcha temia-se – com largo fundamento no modus operandi do movimento que é internacional – que viesse a atingir edifícios e símbolos que representam princípios opostos ao que defendem, como a igreja local: com o intuito de amortecer e minar as fibras morais dos que ainda permanecem fiéis na luta contra a deterioração contínua dos costumes.

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Verdes que são vermelhos e índios que não são índios mas verdes e vermelhos

Pode queimar em nome do indigenismo aliado do ambientalismo
Post publicado pelo blog "Verde: cor nova do comunismo"

Ouvimos com frequência que antigos socialistas, comunistas, ou teólogos da libertação se tornaram radicais ambientalistas.

Neste blog há muitos testemunhos e confissões.

Ainda com maior frequência ouvimos também que “indígenas” envolvidos em lultuosos incidentes até recentemente não são tais.

Ou que nem mesmo são brasileiros, mas trazidos de países vizinhos, sem sequer falarem rudimentos de português.

E eis que alguns desses se imiscuem ousadamente em questões meio-ambientais brasileiras, relativas às florestas, deflorestação, demarcação de reservas, proteção de espécies, etc.

E até circulam com fortes apoios de partidos, do CIMI, Funai, etc.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Mistérios eclesiásticos no empobrecimento de uma Argentina que clama contra o populismo

Em abril, a Argentina foi um imenso cenário para mais um panelaço convocado por blogueiros contra o governo da presidente Cristina Kirchner. Foi o terceiro em sete meses.

Os políticos opositores, não menos desclassificados aos olhos dos manifestantes, saíram às ruas correndo o risco de passar vergonha. Para eles era tudo ou nada.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Populismo põe pé na tábua com os pneus no ar

Prateleiras vazias na Venezuela
“O populismo de esquerda está em xeque” na América do Sul, escreveu Igor Gielow, diretor executivo da sucursal de Brasília da “Folha de S.Paulo”.

A vitória magérrima de Nicolás Maduro, malgrado ter em seu favor toda a máquina do chavismo, foi sucedida por violências de rua entre facções chavistas que causaram várias mortes.

Maduro atribuiu as violências a setores militares não identificados. Porém, todos os 20 governos de estados em mãos de chavistas são dirigidos por fardados, nos quais Chávez, morto em circunstâncias ainda mal esclarecidas, depositava sua confiança.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

José Graziano apresenta projeto para homens se alimentarem com insetos em lugar de carne

José Graziano da Silva, diretor da FAO, elogiou proposta
A organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) propôs reformar a gastronomia mundial para reduzir a poluição.

Segundo a proposta tratar-se-ia de comer insetos como besouros. gafanhotos e formigas em vez de carne bovina e porcina, porque o gado é tido esdruxulamente de “aquecedor do planeta”.

Num relatório de 200 páginas divulgado em Roma, a FAO defendeu que comer insetos beneficia o meio ambiente enquanto o gado consome vegetais e ração demais.

O diretor do organismo, o brasileiro José Graziano da Silva, ex-ministro extraordinário de Segurança Alimentar e Combate à Fome no gabinete do presidente Lula e ex-responsável do Programa Fome Zero, disse que para combater a fome no mundo grilos e formigas são “essenciais”.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Francisco I e o teste cubano

Havana - No centro da capital cubana reina a pobreza comunista, os prédios estão caindo aos pedaços, os automóveis mais modernos são da década de 50. 

§  Armando Valladares (*)

Francisco, o primeiro pontífice latino-americano, em seu recente discurso ao corpo diplomático destacou a pobreza física e a pobreza espiritual como dois grandes males do século XXI, e se compadeceu do “sofrimento” que suas vítimas enfrentam.

Ao ler esse discurso papal sobre o flagelo da pobreza, não pude deixar de lembrar dos meus irmãos cubanos, pobres entre os mais pobres latino-americanos e caribenhos, vítimas de mais de 50 anos de comunismo.