segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Tendências conservadoras no Brasil surpreendem

Túmulo de Frei Galvão intensamente visitado. Convento da Luz, SP
As tendências conservadoras no Brasil mostram-se fortes e em ascensão. O fenômeno intimida as esquerdas. Um recente trabalho estatístico da Datafolha reforçou essa análise.

A sociedade brasileira é muito favorável à influência da religião na vida das pessoas, apesar das alegações laicistas supostamente democráticas.

Para 86%, crer em Deus torna as pessoas melhores. Só 13% acham que isso não é necessariamente verdadeiro, registrou a Datafolha.


A maioria dos brasileiros é contra a liberação do uso de drogas, indo assim na contramão da mídia, de políticos e juízes ideologizados, de militantes da droga e das armadilhas do narcotráfico.

A maioria também acredita que a maldade das pessoas – e não a desigualdade de riqueza, que reconhecem existir – é a principal causa da criminalidade.

49% dos brasileiros, de acordo com a pesquisa, acham que os sindicatos são importantes, mas 46% julgam que eles servem mais para fazer política do que para representar seus filiados. Puro bom senso.

Para 61% dos entrevistados, parte da pobreza brasileira se explica pela falta de oportunidades iguais para que todos possam subir na vida. Mas 37% acham que o problema é a preguiça de pessoas que não querem trabalhar. Na região Sul, são 48% os que pensam assim. Compreende-se.

A pesquisa nacional da Datafolha foi feita em 13 de dezembro (2012)e incluiu 2.588 entrevistas em 160 municípios.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.