segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Matreirice eleitoral salva Chávez da catástrofe

Matreirice eleitoreira: Chávez perde em votos mas leva mais deputados
51% dos eleitores venezuelanos (5.779.129 ao total) votaram pela oposição (Mesa de la Unidad Democrática e Patria Para Todos) contra o partido do proto-ditador Hugo Chávez nas eleições parlamentares neste domingo 26 de setembro.

Os candidatos chavistas somaram 5.259.998 votos, ou seja 46,4%. 3% dos sufrágios. 339.952) optaram por partidos minoritários. Os números quase definitivos são do “El Universal”, maior quotidiano de Caracas.

domingo, 26 de setembro de 2010

Calafrios nas esquerdas: exército acha “mina” de informações nos computadores de “Mono Jojoy”

Laptops no acampamento de Mono Jojoy

Calafrios nas esquerdas latino-americanas: os peritos colombianos em informática estão trabalhando sobre 15 computadores, 94 pendrives e 14 discos rígidos externos pegos pelas forças especiais do Exército e da Marinha no acampamento do falecido chefe militar das FARC “Mono Jojoy”.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Exército colombiano abate principal chefe militar das FARCs


O “Mono Jojoy”, chefe militar das FARC, foi abatido pelo Exército colombiano em 21 de setembro (ver “El Tiempo”).

A mídia brasileira, sempre ávida de sensacionalismo, não gostou muito do fato; pelo menos informou pouco e tardiamente.

domingo, 19 de setembro de 2010

Neoxamanismo “ecumênico” e relativista: abertura ao demônio

Rituais xamânicos, misturados com métodos orientais de meditação, psicanálise e uma falsa visão ecumênica das religiões vêm causando crescentes estragos no Brasil, segundo reportagem de “O Globo” (11.7.10).

As vítimas, pelo geral, provêm de bairros adinheirados.

Os “sacerdotes” apresentam-se como índios ou pajés brasileiros e sul-americanos e fazem ingerir alucinógenos como a ayahuasca.

domingo, 12 de setembro de 2010

Bispos e líderes cristãos alçam a voz contra iniqüidade proposta pelo PT

SÃO PAULO, 10 Set. 10 / 07:00 pm (ACI).- Bispos e líderes cristãos no Brasil estão somando forças para conscientizar os fiéis católicos e os membros das demais confissões cristãs que o Partido dos Trabalhadores, ao qual pertence o Presidente Lula e a candidata Dilma Roussef, vem trabalhando na promoção da iniqüidade através de iniciativas para legalizar as uniões homossexuais como matrimônio, remover os símbolos cristãos dos locais públicos, e despenalizar e promover o aborto no Brasil.

Um dos bispos que mais abertamente se pronunciou contra as práticas do PT, foi Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, Bispo de Guarulhos , que em um recente artigo denunciou que «na atual conjuntura política o Partido dos Trabalhadores (PT) através de seu IIIº e IVº Congressos Nacionais (2007 e 2010 respectivamente), ratificando o 3º Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH3) através da punição dos deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso, por serem defensores da vida, se posicionou pública e abertamente a favor da legalização do aborto, contra os valores da família e contra a liberdade de consciência».

«Denunciamos e condenamos como contrárias às leis de Deus todas as formas de atentado contra a vida,dom de Deus,como o suicídio, o homicídio assim como o aborto pelo qual, criminosa e covardemente, tira-se a vida de um ser humano, completamente incapaz de se defender», acrescentou.

«Isto posto, recomendamos a todos verdadeiros cristãos e verdadeiros católicos a que não dêem seu voto à Senhora Dilma Rousseff e demais candidatos que aprovam tais "liberações", independentemente do partido a que pertençam», afirmou taxativamente Dom Bergozini.

No seu “Apelo a todos os brasileiros e brasileiras”, a comissão episcopal representativa do Conselho Episcopal do Regional sul 1 da CNBB, presidido por Dom Nelson Westrupp lê-se que «considerando que, em fevereiro de 2010, o IVº Congresso Nacional do PT manifestou apoio incondicional ao 3º Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH3)(...) no qual se reafirmou a descriminalização do aborto, dando assim continuidade e levando às últimas conseqüências esta política antinatalista de controle populacional, desumana, antisocial e contrária ao verdadeiro progresso do nosso País, (...)

RECOMENDAMOS encarecidamente a todos os cidadãos e cidadãs brasileiros e brasileiras, em consonância com o art. 5º da Constituição Federal, que defende a inviolabilidade da vida humana e, conforme o Pacto de S. José da Costa Rica, desde a concepção, independentemente de sua convicções ideológicas ou religiosas, que, nas próximas eleições, dêem seu voto somente a candidatos ou candidatas e partidos contrários à descriminalização do aborto».


Gostaria receber no meu email, gratuitamente, atualizações de 'O que está acontecendo na América Latina'

domingo, 5 de setembro de 2010

Campanha Terra de Santa Cruz: 36 jovens contra 500 ameaças do PNDH-3

O Instituto Plinio Corrêa de Oliveira promoveu a Caravana Terra de Santa Cruz, durante a qual 36 jovens voluntários alertaram a população brasileira contra os mais de 500 males do PNDH-3
Transcrevemos abaixo o relato da Caravana Terra de Santa Cruz, publicado na Revista Catolicismo deste mês, para apreciação de nossos leitores, e sobretudo daqueles que, com grande generosidade, doaram para esta importante e eficaz iniciativa.
Sem exagero, o novo Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3), implantado-se no País, poderá “enterrar” os Dez Mandamentos.
Legalização do aborto e do “casamento” homossexual; direitos trabalhistas para as prostitutas; enfraquecimento da polícia e do judiciário; solapamento das garantias à propriedade privada — estes são alguns dos pontos incluídos no iníquo Programa.
Caso esses pecados sejam oficializados, o Brasil deixará de ser a Terra de Santa Cruz — glorioso nome que recebeu nos seus primórdios. Glorioso nome que 36 jovens escolheram para uma caravana de férias, durante a qual se empenharam num esforço público para impedir tão grande catástrofe.
Como se desenvolveu a campanha
Como norma geral, a campanha realiza-se na parte mais central das cidades, para as quais se dirigem os caravanistas em kombis ou veículos equivalentes. Formados tipicamente em farpa diante de um grande estandarte do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira (IPCO), todos rezam em praça pública uma Ave-Maria e cantam o conhecido hino Viva a Mãe de Deus e Nossa, em homenagem a Nossa Senhora Aparecida.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Fórum do IPCO “As ameaças do PNDH-3 continuam” demonstrou que a luta está apenas começando

Conferencistas fizeram uma abordagem ampla e esclarecedora sobre as ameaças do PNDH-3
A noite do dia 26 de agosto ficará marcada na memória dos mais de 300 participantes do Fórum “As ameaças do PNDH-3 continuam”, bem como para as cerca de 100 pessoas que assistiram ao evento pela internet.

O auditório, que comportava no máximo 280 pessoas, ficou lotado, com muitas pessoas de pé. Os conferencistas dissertaram sobre os perigos do PNDH-3 de forma clara e com bastante entusiasmo, levantando pontos principais desse Plano que nada mais é que um socialismo mal disfarçado que visa fazer do Brasil uma nação presa em teias comunistas e caminhando para o caos familiar, social, político e econômico.

Fórum

Dr. Ives Gandra: “não há nada a salvar-se deste plano”
O professor e jurista, Dr. Ives Gandra Martins, discorreu sobre as inconstitucionalidades do PNDH-3, apontando um cenário “apocalíptico” se tal Plano entrar em vigor no Brasil.

Segundo ele, o PNDH-3 se inspira na mesma linha mestra das “constituições bolivarianas” da Venezuela, Bolívia e Equador. Em outros termos, acaba o equilíbrio atualmente existente entre Legislativo, Executivo e Judiciário, e a balança acaba pendendo para o lado do Executivo. Mas com um detalhe: o poder fica nas mãos de pequenos conselhos “comunitários” – leia-se “sovietes” – condicionados à Secretaria de Direitos Humanos – leia-se “Soviet Supremo”, como na Rússia comunista.

De acordo com o Professor Gandra, este é um caminho para a ditadura nos moldes socialistas, como ocorre em Cuba. Ele finalizou sua exposição afirmando que: “não há nada a salvar-se deste plano”.

Já o deputado Paes de Lira, conhecido como um dos maiores opositores ao PNDH-3 no Congresso Nacional , chama o Plano de “monstrengo jurídico” e ressalta que ele não passa de uma carta revolucionária e totalitária a fim de controlar a vida da sociedade brasileira.

Dep. Paes de Lira: "O PNDH-3 é um monstrengo jurídico"
Ele se diz admirado ao ver o Estado apoiar o PNDH-3, que propõe a “desconfiguração” da família, promove a chacina de inocentes por meio do aborto e apóia a “desconstrução da heteronormatividade”. Ou seja, distinções entre o feminino e o masculino não serão levadas mais em conta, nem mesmo nas cartilhas escolares... cada um, seja homem ou mulher, poderá “escolher o que quiser”. Para Paes de Lira, o destino deste medonho Plano tem que ser a lata de lixo.

Em seguida, foi a vez do diretor executivo do Instituto Millenium, Doutor Paulo Uebel, pontuar os aspectos econômicos do PNDH-3. Dr. Uebel foi enfático ao afirmar que o PNDH-3 “distorce conceitos e inverte valores”. Ele proporciona privilégios escusos para baderneiros e “camaradas”, e persegue a virtude e o mérito.

Dr. Uebel: "O PNDH-3 distorce conceitos e inverte valores”
Ao analisar os cinco principais países do mundo com melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), o palestrante ainda demonstrou que TODOS têm economia de mercado, coisa que os articulistas do PNDH-3 querem extinguir, criando uma nação mais parecida com Cuba, Irã e China, que não estão nem entre os 50 países com melhor IDH.

Infelizmente, por problemas de saúde, o príncipe Dom Bertrand não pôde estar presente no Fórum. Entretanto, enviou um orador substituto, o Sr. José Carlos Sepúlveda, para que expusesse as ameaças do PNDH-3 ao direito de propriedade.

Segundo ele, o PNDH-3 possui uma mentalidade atéia, e pretende substituir Deus pelo “deus” Estado. E é dessa mentalidade comunista que provém o ataque à livre iniciativa e à propriedade privada.

Ao ressaltar como deve ser a gestão de um governo, ele afirmou que governar não é administrar, mas sim orientar, cuidar e prover.

Sobre a reforma agrária, tão aclamada pelo atual Governo, ele enfatiza que “só tem promovido miséria e favelas rurais”, e este mal fadado movimento só tem como único fim acabar com a propriedade privada.

Sr. Sepúlveda: "O PNDH-3 possui uma mentalidade atéia"
Ao final, o Sr. José Carlos Sepúlveda fez as seguintes considerações:

“O Prof. Plínio Corrêa de Oliveira sempre afirmou em seus escritos que havia dois tipos de Brasil: o Brasil de superfície e o Brasil real. Pois bem: o Brasil real, aqui tão bem representado, vai acordando de seu letargo. Este Fórum traz uma nota de esperança. Se o Brasil real se levantar, e der um brado de alerta, grandes possibilidades há de que o PNDH-3 seja derrotado.



Você já fez sua parte? Assine o cartão amarelo de advertência aos políticos brasileiros contra este “monstrengo jurídico” chamado PNDH-3.

Seu apoio também nos ajudará a lutarmos contra este Plano que será a ruína do Brasil se aprovado. Faça uma doação de R$ 25, R$ 50, R$ 100 ou o que puder para o Instituto Plínio Corrêa de Oliveira. Assim, conseguiremos expandir ainda mais nossas campanhas pelo Brasil.

Fonte: Instituto Plinio Corrêa de Oliveira
Fotos: Paulo R. Campos

Gostaria receber no meu email, gratuitamente, atualizações de 'O que está acontecendo na América Latina'