quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Por que eu vou partecipar hoje do Fórum “As ameaças do PNDH-3 continuam!”






Ônibus e ‘direitos humanos’ de Cuba poderão ser um modelo para o Brasil?

Se a gente for acreditar na propaganda oficial, o PNDH cubano funcionou!

Porque eu não acredito nessa e não quero para o Brasil um futuro como a realidade socialista cubana é que eu vou partecipar, hoje quinta-feira 26 de agosto, ao Fórum “As ameaças do Programa Nacional dos Direitos Humanos–3 continuam!” Leia mais.

É no Golden Tulip– Paulista Plaza; Alameda Santos, 85 – Jardins – São Paulo.


Venha, eu não gostaria encontrá-lo amanhã subindo num ônibus socialista desses lotado de “direitos humanos”!

Leia mais.

Gostaria receber no meu email, gratuitamente, atualizações de 'O que está acontecendo na América Latina'

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

“Justiça indígena = Justiça islâmica”: fórmula do populismo esquerdista

Cenas da humilhação e suplício de Orlando Quishpe
no Equador. Fonte: "El Comercio", Quito

Enquanto o presidente Lula tentava tirar o corpo de dissuadir o apedrejamento de Sakineh Mohammadi (mais dez pessoas estão na sinistra lista) a imprensa noticiava fatos que ajudam a compreender por que o presidente petista relutava em fazer uma démarche decisiva junto a seu par iraniano.

É que os presidentes amigos sul-americanos do petismo estão instalando em seus países sistemas análogos de cruel execução, em nome das “culturas indígenas”.

Em Uncia, Bolívia, por exemplo, quatro policiais foram apedrejados, rematados a pauladas e enterrados de bruços, aplicando a “justiça comunitária” indígena reconhecida pela Constituição do presidente Evo Morales.

No Equador, onde a “justiça indígena” foi aprovada pela Carta de 2008, Orlando Quishpe, 21 anos, recebeu chibatadas de urtiga amarrado a um pelourinho. Só não foi enforcado por causa dos apelos do presidente Correa.

Cenas da 'justiça indígena'
na Bolívia. Fonte: imprensa boliviana
Em julho, duas pessoas foram queimadas vivas em Orellana, segundo a mesma “justiça” que agora é constitucional.

Se amanhã, execuções semelhantes reviverem oficialmente no Brasil, não será de espantar, pois o indigenismo comuno-missionário da Funai e do Cimi, braço indigenista da CNBB, promove nova queda em cruel primitivismo sob pretexto de “cultura”.

A final de contas também é um “direito humano” dos indígenas e de suas culturas!!!


Gostaria receber no meu email, gratuitamente, atualizações de 'O que está acontecendo na América Latina'

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

FORUM: As ameaças doPrograma Nacional dos Direitos Humanos–3 continuam!

Participe do Forum:

As ameaças do
Programa Nacional dos Direitos Humanos–3
continuam!

Em 22 de dezembro de 2009, por decreto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pôs em vigor o Plano Nacional de Direitos Humanos-3 (PNDH-3), texto agressivo, totalitário e coletivista, que traumatizou a Nação. O diploma legal, saudado com entusiasmo pelas esquerdas, não teve condições políticas de sustentação. Quase cinco meses depois, premido pelo clamor da inconformidade popular e por conveniências eleitorais, o governo finalmente alterou em pontos fundamentais o PNDH-3. Foi verdade ou show? Você precisa saber para ficar atualizado.

  • O que pensar deste programa da coligação governista, que procura enfiar o Brasil nos moldes de sua utopia de destruição?
  • O governo, ao ajustar pontos do programa que traumatizaram a Nação, ferindo-a em seus sentimentos de religião, nacionalidade e autonomia pessoal, recuou como foi noticiado por certa imprensa? Ou fez retirada momentânea sem abandono a objetivos programáticos irrenunciáveis para revolucionários, hoje no governo, obcecados por seus ideais de demolição?
Estas e outras perguntas de enorme atualidade serão respondidas por especialistas na matéria, com grande experiência da vida pública brasileira.
Dia 26 de agosto de 2010

Confirme sua presença, vagas limitadas
Maiores informações nos endereços www.pelalegitimadefesa.org.br ou http://painel.pndh3.blogspot.com


Local:
GOLDEN TULIP– Paulista Plaza - 
Endereço: Alameda Santos, 85 – Jardins – São Paulo
Prof. Ives Gandra da Silva Martins
As inconstitucionalidades no PNDH-3.

Príncipe D. Bertrand de Orleans e Bragança
A corrosão do direito de propriedade no PNDH-3.
Reforma agrária, quilombolas, questão indígena.

Deputado Federal Jairo Paes de Lira
O PNDH no Congresso Nacional.
Aborto, “casamento homossexual” e desarmamento.

Dr. Paulo Uebel,
Diretor executivo do Instituto Millenium
Aspectos econômicos do PNDH-3
– A prosperidade e o desenvolvimento humano
**********************************

19:30 hs Recepção e welcome coffee
20:00 hs Início do forum
22:00 hs Considerações finais e Encerramento
Confirme sua presença, vagas limitadas


Maiores informações nos endereços www.pelalegitimadefesa.org.br ou http://painel.pndh3.blogspot.com

Gostaria receber no meu email, gratuitamente, atualizações de 'O que está acontecendo na América Latina'