segunda-feira, 19 de julho de 2010

Farcs recrutam menores de idade mas ninguém protesta

Menina de 13 anos recrutada pelas FARC
Elda Neyis Mosquera, ex guerrilheira das FARCs marxistas-leninistas, "Karina", confessou à Justiça colombiana a participação em 214 crimes, entre os quais o recrutamento de 108 menores de idade e perto de 80 fuzilamentos.

Os fuzilamentos incluíram 12 civis, acrescentou ela. Ela chefiou a Frente 47 das FARCs antes de desertar. Elda confirmou os fatos em declarações a radio Caracol.

Certa mídia e algumas figuras públicas e eclesiásticas se insurgem contra a Igreja Católica por maus procedimentos de um número reduzido de eclesiásticos em tempos remotos, mas fingem ignorar crimes imensamente piores contra menores de idade praticados hoje em dia por agentes da subversão comunista, socialista ou da Revolução Cultural.

O caso de Elda deita mais luz sobre o viés ideológico da ofensiva contra a Igreja sob pretexto de alguns abusos ou maus tratos de menores, muitas vezes não demonstrados, por parte de clérigos sob responsabilidade pessoal.

Gostaria receber no meu email, gratuitamente, atualizações de 'O que está acontecendo na América Latina'

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.