segunda-feira, 13 de abril de 2009

Dados do TSE mostram brasileiros cada vez mais descrentes nos partidos políticos


Os números fornecidos pelos partidos políticos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) patenteiam o ovante desinteresse dos brasileiros pelas agrupações partidárias. 91,6% deles não pertencem a nenhum partido, isto é, 119,7 milhões dos 130,6 milhões de eleitores.

Quem está menos pior é o PMDB que se saiu muito bem nas eleições municipais, e tinha muito cargo para aderentes. O PP, segundo maior partido em filiados, também encolheu. O PT, no 4º lugar, caiu de 1,15 milhão para 1,01 milhão.

A descrença dos brasileiros nas agrupações partidárias cresce em todos os Estados da Federação.

Em Alagoas, 94,6% da massa eleitoral nem quer saber de partido. No Distrito Federal, o nível de não-filiados subiu de 93,43% para 94,3%.

Em São Paulo 92,66% não se ligam a nenhuma legenda, com uma desistência de 805 mil eleitores no último ano. O PT paulista decresceu de 292 mil para 250 mil.

Em Minas Gerais, segundo maior eleitorado do Brasil, a debandada foi grande e os que não querem saber de partido nem em troca de vantagens pessoais são 91,43%. No Rio de Janeiro, 93,1% está fora.

Os dirigentes partidários aduzem que após as eleições sempre desaba o número de aderentes. O comentário faz pensar que dentro da exígua margem de inscritos, seja muito grande a proporção de interesseiros que aspiram a cargos ou benesses públicas por via de favorecimento partidário.

Há um espantoso e perigoso vazio em torno da vida política. A imensa maioria dos brasileiros não se sente bem representada. A atividade partidária está desconectada da vida e dos anelos dos cidadãos. Embora dela dependa o rumo do País, ela se afigura como uma espécie de OVNI voando a anos luz do que quer o eleitorado. Nela, só certa mídia ‒ aliás, cada vez menos lida e acatada ‒ finge acreditar.

Gostaria receber no meu email, gratuitamente, atualizações de 'O que está acontecendo na América Latina?'

Um comentário:

  1. O PT que tanto critica a revista Veja por divulgar as maracutais do partido de Lula, tem menos filiados do que a revista tem de circulação. Em outras palavras, a revista Veja tem mais leitores do que o PT tem de filiados.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.