segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Filme repetido: Chávez promete investimentos mirabolantes, não cumpre e o Brasil fica a ver navios

Lula e Hugo Chávez, inauguração ponte na Venezuela, Wilson Dias-ABr
Segundo O Globo (2-1-2009), o presidente Lula recomendou o governador pernambucano Eduardo Campos ir à Venezuela encontrar o espalhafatoso, mas “amigón” e “hermano”, Hugo Chávez.

Como já virou costume o coronel proto-comunista fez toda espécie de promessas mirabolantes para a construção da refinaria de Abreu e Lima. O empreendimento seria fruto da parceria do Brasil e da Venezuela em Pernambuco.

A Petrobras já aplicou R$ 500 milhões nas obras. Porém a venezuelana PDVSA, que ficará com 40% do negócio, não efetivou as promessas do seu líder socialista e não investiu um tostão sequer.

Mas, não tem perigo, Chávez e seus amigos sabem que de Lula não virá nenhuma queixa séria. A turma toda só fica brava na hora de falar contra os EUA, o capitalismo, a “classe média”, em breve: contra tudo o que o socialismo e o comunismo odeiam por principio.

Por outra parte, com o preço do petróleo a níveis mais normais, Chávez está impossibilitado até de alimentar a população venezuelana após estatizar grossos setores da economia.

Neste singular ballet, andam de braços dados com o presidente Lula ou com a claudicante presidente argentina, os presidentes Chávez, Morales, Correa e Lugo.

Gostaria receber no meu email, gratuitamente, atualizações de 'O que está acontecendo na América Latina?'

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.