quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Guerrilheira tem pena e devolve criança seqüestrada pelas FARC


Uma guerrilheira do grupo marxista FARC abandonou seu criminoso grupo levando uma criança de 4 anos seqüestrada havia seis meses. O menino foi raptado numa escola infantil pelos guerrilheiros que exigiam um resgate de US$ 250 mil. A guerrilheira que cuidava do menino criou carinho por ele e decidiu devolvé-lo aos pais [foto]. O fato mostrou mais uma vez a desapiedada ferocidade da subversão comunista e a virtual impossibilidade de convencer os chefes das FARC, ligados aliás com as esquerdas brasileiras, o PT e o presidente venezuelano Hugo Chávez, com base em diálogo, argumentos, boa fé, ou gestos humanitários.