domingo, 21 de outubro de 2007

Ex-militante das FARCs denuncia despotismo e brutalidades da guerrilha narco-marxista


Tanja Nijmeijer, guerrilheira holandesa, fugiu das FARCs onde combatia. No seu diário, ela descreveu a espantosa tirania e a imoralidade que reina nas FARCs. Dito diário foi publicado pelo jornal colombiano “El Tiempo”. Tanja caiu no conto das ONGs seudo-humanitárias que agem na região amazônica para, no fundo, fazerem subversão. Ela acabou entrando nas FARCs no “território desmilitarizado” criado por anterior governo colombiano. No diário, ela descreve a miséria, a arbitrariedade brutal dos chefes comunistas, a dureza das penas disciplinares que sofrem os guerrilheiros, inclusive estrangeiros. O diário de Tanja revelou aspectos patéticos das FARCs sobre os quais a mídia não fala.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.