domingo, 2 de setembro de 2007

Venezuela: anticatolicismo e socialização do país


O governo venezuelano anunciou a estatização do Hospital Coromoto na cidade de Maracaibo. Operários retiraram da entrada principal dessa casa de saúde a imagem de Nossa Senhora de Coromoto [foto], padroeira da nação, e fixaram uma faixa com um novo nome: Hospital Ernesto Che Guevara. Pressionado pela opinião pública, o regime chavista foi obrigado a reinstalar a venerada imagem, exigindo porém que o pessoal médico siga “a linha socialista e revolucionária”. Os médicos inconformados serão substituídos por elementos governistas ou oportunistas de esquerda. A demolição das estruturas básicas de uma nação serve ao socialismo, pois afunda sua população no desespero e na miséria, enquanto se tenta extinguir a devoção a Nossa Senhora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.