domingo, 29 de julho de 2007

Site do MEC acusado de “distorção marxista”

O Ministério da Educação mantém o site Domínio Público, que dá acesso gratuito a textos, imagens e músicas considerados clássicos da cultura. Mas, dos 166 títulos dessa biblioteca, 86 são a respeito ou de autoria de intelectuais esquerdistas. Autores de outras tendências doutrinárias não foram incluídos. Figuram pelo menos 21 textos de Karl Marx, nove do seu íntimo colaborador Friedrich Engels, quatro assinados pelos dois, e dos revolucionários comunistas Lênin e Trotsky, 12 e 15 textos respectivamente. Há uma “distorção marxista”, comentou a respeito do assunto o cientista político Fábio Wanderley Reis, da UFMG.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.