domingo, 29 de julho de 2007

"Médicos” cubanos atuam sem habilitação no Brasil

O juiz federal Marcelo Albernaz concedeu liminar ao Conselho Regional de Medicina (CRM) de Tocantins, que solicitou fossem impedidos de atuar 62 “médicos” cubanos sem títulos profissionais. O juiz comparou suas atividades ao curandeirismo. Fidel Castro mandou um avião para buscá-los urgentemente; talvez o processo desvendasse fatos comprometedores... Por incrível que pareça, tais “médicos” obtiveram a suspensão dessa liminar e foram re-contratados pelo governo estadual, mas já não estavam mais no Brasil. Há muitos “médicos” cubanos sem título exercendo a profissão no País, além de 600 estudantes de medicina brasileiros em Cuba enviados por organizações de esquerda, como o MST e o PC do B.

Um comentário:

Obrigado pelo comentário. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.