segunda-feira, 30 de julho de 2007

Chávez e fornecimento de armas à esquerda latino-americana


Entre suas últimas provocações, o presidente venezuelano Hugo Chávez anunciou a compra de 50 aviões supersônicos russos Sukhoi-30 e uma fábrica de fuzis AK-103. O Sukhoi-30, que caiu até em show aéreo de Paris, não preocupa tanto quanto a fábrica, pois ela terá uma capacidade de produção que supera as necessidades do país. O Departamento de Estado americano teme que Chávez pretenda formar na Venezuela milícias populares armadas, além de fornecer fuzis para movimentos guerrilheiros da região, como as FARC da Colômbia e o recém-ativado Sendero Luminoso do Peru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.